7 DOCUMENTÁRIOS SOBRE MULHERES INSPIRADORAS PARA ASSISTIR

Escolhemos histórias que ajudam a desenvolver empatia e resiliência!

Em períodos difíceis, a gente sempre se surpreende ao ver histórias de pessoas com força e resiliência para recomeçar e reconstruir a vida. Pensando nisso, alguns documentários sobre mulheres inspiradoras podem dar essa carga extra de energia ou fazer com que você sinta que não está sozinho em sua luta.

São pessoas que mudaram o status quo, fizeram com que outras mulheres pudessem olhar para si mesmas com mais carinho ou mesmo ter a coragem de colocar seus sonhos em ação. Escolhemos sete histórias incríveis que podem fazer a diferença no seu dia a dia. Dá até para fazer uma maratona em algum final de semana, que tal?

1. Brené Brown: The Call To Courage

Brené Brown é uma professora e palestrante nascida no Texas, Estados Unidos, e dedica sua carreira a estudar a vulnerabilidade, o constrangimento, a coragem e a empatia. Brené presta consultorias em empresas do Vale do Silício, por exemplo, com foco em inovação. Ela também já escreveu livros que foram best sellers, como A Coragem de Ser Imperfeito e Mais Forte DoQue Nunca.


Sua apresentação no TEDxHouston, em 2010, chamada The Power of Vulnerability, ultrapassou as 46 milhões de visualizações e a tornou ainda mais conhecida do grande público. Com isso, veio o Brené Brown: The Call To Courage. Disponível na Netflix, este realmente é um dos grandes documentários sobre mulheres inspiradoras.

Brené começa falando sobre a recepção negativa que teve em seu TED, incluindo comentários maldosos acerca da sua aparência, e como veio a reviravolta após ler um discurso de Theodore Roosevelt. O relato dizia “não é o crítico que conta (...) O crédito pertence ao homem que está realmente na arena, cujo rosto está marcado por poeira, suor e sangue; que se esforça de forma valente”.

A maneira sensível com pinceladas de humor de Brené falar nos mostra a importância de tentar sair da zona do conforto, em vez de assistir a vida passar. Claro que há os riscos de errar, fracassar e ter o coração partido, mas, ao mesmo tempo, é isso que nos permite progredir.

2. Miss Representation

Produzido e dirigido por Jennifer Siebel Newsom, a ideia para esse que é mais um dos documentários sobre mulheres inspiradoras veio quando Jennifer soube estar grávida de uma menina e passou a se preocupar sobre como as mulheres são mostradas pela mídia nos Estados Unidos.


Este filme serve para refletir sobre questões como o mansplaining, padrões impossíveis de beleza e o fato de as mulheres serem tratadas como objeto ou duramente criticadas quando chegam ao poder. 

O roteiro conta com diversas entrevistas com mulheres ligadas à política e à indústria do cinema falando sobre suas lutas, além de trazer números que impressionam pela falta de representatividade feminina. Também está disponível na Netflix.

3. She’s Beautiful When She's Angry

Este documentário, dirigido por Mary Dore, mostra a onda da luta pelos direitos das mulheres na década de 60, que pediam o poder de escolher e controlar o próprio corpo. A coragem de nomes como o de Betty Friedan, Kate Millet, Rita Mae Brown e Linda Burnham inspira e faz com que a gente se questione sobre o que temos feito no momento.


Com entrevistas atuais de quem participou das manifestações nos anos 60, é possível entender o quanto essas mulheres lutaram para que a vida fosse melhor hoje em dia e, claro, perceber tudo o que ainda falta alcançar. 

4. Maya Angelou, E Ainda Resisto

A vida de Maya Angelou foi marcada pela discriminação racial e pela violência. Mas também pela resiliência e pela educação. Foi a poesia que a fez recuperar sua voz, transformando-a em uma importante ativista dos direitos civis e das mulheres.

Maya relembra sua história, quando leu todos os livros a que tinha acesso na escola, e então pode falar com propriedade sobre o que sentia e sofria. Foi assim que começou a escrever poesias, a maneira que encontrou para lutar contra a discriminação. 


Maya também foi atriz, dançarina e cantora. No documentário, além de entrevistas e depoimentos dela própria, que veio a falecer em 2014, pessoas próximas à escritora falam sobre sua luta e sua voz sem igual. Inclusive, Maya nos inspira com essa frase “se você sempre tenta ser normal, nunca vai saber quão incrível pode ser”. Maya Angelou, E Ainda Resisto também está disponível na Netflix.

5. Embrace

Taryn Brumfitt, escritora e diretora australiana, viu seu corpo mudar completamente depois de ter três filhos e passou por diversos sacrifícios para tentar se encaixar em um padrão de “corpo perfeito” — já conhecido por todas. Ao refletir que não queria que suas filhas passassem pela mesma dor, criou o Body Image Movement, projeto com diversas ações para apoiar meninas e mulheres a se aceitarem como são.


O documentário Embrace mostra a luta de mulheres com várias idades, trajetórias e histórias de vida tentando aceitar-se como são. O filme toca principalmente no ponto de olhar o outro sem julgamento e vendo que a beleza vai muito além de padrões impostos pela mídia.

6. Laerte-se

A cartunista Laerte Coutinho passou cerca de 60 anos vivendo como homem até se assumir como mulher transexual. O incrível desse documentário são os questionamentos e descobertas que a cartunista faz ao longo da história, da dúvida sobre colocar silicone — com participação de Rita Lee — às descobertas de roupas e maquiagem.


Dirigido por duas mulheres, Lygia Barbosa da Silva e Eliane Brum, o documentário é muito feliz ao mostrar as reflexões de Laerte sobre gênero e sexualidade e como isso influenciou seu dia a dia, seja no trabalho ou na família. Disponível na Netflix.

8. Sheryl Sandberg: Por que temos tão poucas líderes?

Sheryl Sandberg é COO no Facebook e já foi vice-presidente de operações no Google. Neste TED de pouco mais de 14 minutos, Sheryl fala sobre a falta de representatividade feminina no poder e como mudar esse cenário. Manter-se no trabalho, sendo mãe e exercendo plenamente seu papel no emprego é um desafio e a executiva mostra formas bem práticas de fazer isso, com depoimentos pessoais que enriquecem e servem de exemplo.


Onde assistir aos documentários sobre mulheres inspiradoras?

Boa parte deles está disponível atualmente na Netflix, como mostramos. Mas também é possível assistir pelo YouTube, Vimeo, Google Play e outras plataformas!

Todos esses documentários sobre mulheres inspiradoras nos ensinam a encarar para a vida com mais resiliência e ter força para passar por momentos complicados. Também nos mostram um exercício de empatia ao olhar para os outros sem julgamentos.

Gostou dessas opções de documentários sobre mulheres inspiradoras? Então, você vai adorar esta matéria do blog com indicações de livros sobre mulheres fortes. Não deixe de conferir!