GENDERLESS, A VONTADE DE SEGUIR O PRÓPRIO ESTILO

Liberdade de escolha que tomou conta da moda, decoração e perfumaria

Você já ouviu falar do conceito Genderless? Caso não, apenas uma questão de tempo para se familiarizar com esse termo que tem se destacado nas rodas de conversa entre os jovens e principalmente da turma ligada ao mundo da moda.

Genderless, que significa sem gênero, busca uma moda feita para todos e questiona padrões já estabelecidos de roupas para homens e mulheres. Por que, afinal, homem não pode usar saia ou vestido? E por que o feminino é associado a tecidos fluidos, leves, que marcam o corpo? O conceito Genderless convida a deixar de lado o corte feminino com cintura marcada ou a roupa solta masculina e a aposta numa modelagem que abrace todo tipo de corpo. A ideia é que se valorize a pessoa que veste a roupa. 

No conceito Genderless todo corpo é bonito, cada pessoa é única e todos tem valor.

Moda é expressão de um tempo

Através da história dos costumes podemos conhecer um pouco do momento social e político de cada tempo. E a busca por igualdade os gêneros sempre foi uma questão em pauta. No final do século XIX as sufragistas lutavam pelo direito ao voto feminino e foram abrindo caminho pela conquista da liberdade da mulher numa sociedade comandada por homens. 

Luta que buscava abrir caminhos em diversas áreas como na vontade de se vestir como quiser. Nos anos 1920, a empoderada Coco Chanel foi uma precursora do movimento unissex, ou moda feita para os dois sexos, quando trouxe para o guarda roupa feminino a calça pantalona e a camisa usados por militares franceses pensando no conforto, praticidade e liberdade de movimento da mulher. 




Em tempos mais recentes, a calça jeans masculina de modelagem solta ganhou o nome de boyfriend e foi para o armário feminino. A calça skinny, bem justa ao corpo, foi uma aposta para todos os sexos. E o sapato Oxford, que tradicionalmente vestia os pés dos homens clássicos, foi incorporado as produções femininas fazendo combinação com vestido, shorts ou calças.

Igualdade de gêneros 

Como a discussão sobre liberdade individual de expressão, empoderamento feminino, igualdade e diversidade de gêneros é assunto que nos dias de hoje invade todas as esferas de nossa sociedade, a moda mais uma vez se atualiza para entrar na questão. Marcas novas e já consagradas abraçaram o conceito Genderless, ou sem gênero, para também participarem desse debate.

O estilista Andre Namitala lançou sua marca Handred com peças que não identificam se é para homem ou mulher e com modelagem veste qualquer tipo de corpo. E outras novatas como Üvelus, Ocksa, Beira e Another Place seguiram a mesma proposta. 




A consagrada Gucci fez recentemente um desfile com modelos homens e mulheres vestindo as mesmas roupas. Outras grifes internacionais como Yves Saint Laurent, Giorgio Armani, Ralph Lauren e Prada também fizeram ações semelhantes em seus desfiles e campanhas publicitárias. A loja de departamento inglesa Selfridges aboliu as divisões de seções por feminino e masculina.

Nas lojas conceito e virtual Phebo a separação de gêneros também não acontece. O cliente é convidado entrar no universo da marca, conhecer os detalhes de cada produto e escolher o que mais se identifica. Sem rótulos.  

Vida longa na decoração

Quartos multicoloridos, decorados com brinquedos e referências da própria família também é uma boa dica. Além da questão da originalidade e estímulo de criatividade, este tipo de quarto pode ser aproveitado pela criança por mais tempo. O que o quarto de bebê tradicional, com cores suaves, geralmente, não tem vida útil muito longa pois a criança vai crescendo e precisando de novos estímulos. 

A decoração do quarto sem gêneros ou unissex pode ser bem aproveitada até o final da primeira infância e ainda servir para a chegada de um novo membro da família. A proposta é que os pequenos possam dividir o espaço.

Universo infantil lúdico e colorido 

Na decoração o conceito Genderless, ou sem gênero, invadiu os quartos de bebês e crianças. Nada de rosa para meninas, azul para meninos ou ter bonecas e carrinhos como inspiração. 

Temas como bichos, floresta, céu de estrelas e planetas, peixes e fundo do mar ou até notas musicais, por exemplo, são cada vez mais populares entre as escolhas das novas famílias que têm preferido esperar a hora no nascimento para saber o sexo da criança.



Mix de fragrância que agrada a todos

No universo da perfumaria, a indicação de fragrância feminina ou masculina está cada vez mais em desuso nos rótulos, nas campanhas de divulgação e comunicação com o cliente.

Tradicionalmente essências de flores e frutas são a base preferida pelas mulheres e a madeira, patchouli e sândalo escolha dos homens. Mas enorme e surpreendente variedade de fragrâncias criadas a partir de matérias-primas retiradas dos quatro cantos do mundo tem produzido perfumes cada vez mais originais e únicos.

O perfume genderless, sem gênero ou unissex é feito com misturas de essências que surpreendem e podem agradar tanto ao universo feminino quanto masculino. E quem decide o que mais gosta é o cliente.

Vários estilos em uma só pessoa

Então, a escolha pela fragrância ideal passa a ser uma opção mais de estilo de vida do que de gênero. E quantos estilos uma mesma pessoa pode ter? Tem a hora do trabalho, da festa, do esporte, da família e podemos ter diferentes estilos, ou melhor, aromas para cada ocasião. Por que não?



O perfume Timur, que tem como base a aromada pimenta Timur do Nepal e base amadeirada, agrada em cheio a turma com espirito mais aventureiro. 

Zimbro é fragrância cítrica e aromática, inspirada no drink gim tônica, que tem um aroma fresco e contemporâneo. Perfeito para a festa. O Aura, com a mistura da leveza da flor de laranjeira com intensidade da madeira é delicado e marcante. Para quem gosta de deixar sua marca por onde passa.

Encontre seu estilo

O termo genderless, sem gênero ou unissex propõe que a pessoa tenha liberdade de ser e usar o que gosta. Sem rótulos ou padrões. 

Qual a combinação que melhor combina com seu jeito de ser?

 


 

Perfume TimurPerfume ZimbroPerfume Aura