DIVERSIDADE E INCLUSÃO NO MERCADO DE TRABALHO: ASSUNTO QUE PRECISA SER DISCUTIDO CADA VEZ MAIS

.

Diversidade é a qualidade daquilo que é variado, diferente. Um conjunto variado. Já a palavra inclusão, segundo o dicionário, quer dizer o ato de incluir e acrescentar, ou seja, adicionar coisas ou pessoas em grupos e núcleos que antes não faziam parte.

Temos certeza que você já leu, ouviu, presenciou ou até participou de alguma roda de conversa sobre esses dois temas ultimamente. Vivemos um momento em que as sociedades, de uma forma geral, discutem e pensam ações para aumentar a tolerância e o respeito entre os diferentes grupos.

Dar voz, valor e oportunidades iguais a qualquer pessoa independente da cultura, educação, idade, deficiência, raça ou gênero. A tão falada Inclusão Social é o conjunto de ações que combatem qualquer tipo de exclusão.   

No ambiente de trabalho

Do pequeno empresário até as grandes corporações é fundamental, hoje, entender que a diversidade no ambiente de trabalho é a aceitação dessa pluralidade social. Um passo importante para uma sociedade mais tolerante que busca um futuro com oportunidades iguais para todos. 


Para especialistas, as empresas operam hoje em um ambiente muito diferente do que qualquer outro momento da história: mercados estão cada vez mais interligados e os constantes avanços da tecnologia fazem com que as corporações estejam sempre revendo seus modelos de negócios.

E a qualidade humana da equipe é um fator importante e em profunda mudança. Pensar o futuro do trabalho é muito mais amplo em escopo do que apenas olhar para a quantidade de talentos disponíveis. É preciso entender sobre comportamentos das pessoas, gestão, comunicação, colaboração entre outros.

Equipe diversa 

Ainda existem muitas dúvidas e questões sobre os novos modelos de trabalho, mas a certeza, presente na maioria das publicações sobre o assunto, é de que é preciso ter capacidade de adaptação, velocidade de reação e ter pensamento diverso.

Assim, ter uma equipe diversa passa a ser fundamental pelo lado ético e pelo que pode proporcionar de benefícios para um negócio ou grande empresa.Ter diferentes perfis de funcionários mostra que o time da empresa tem representatividade compatível com a diversidade da população e da força de trabalho.


Uma pesquisa feita pela consultoria de gestão Mckinsey mostra que as empresas com diversidade de gênero são 15% mais propensas a superar seus pares e as etnicamente diversas são 35% mais propensas a fazer o mesmo.

Segundo outra pesquisa realizada pela Deloitte,na Austrália, mostra que as equipes inclusivas superaram seus pares em 80% nas avaliações baseadas em equipe. E no Brasil, as buscas sobre o assunto diversidade na internet cresceram 30% nos últimos anos, mostrando que isso é uma pauta política e global.

De olho nas minorias

Estudos recentes mostram que as empresas que investem na inclusão de pessoas de diferentes raças, etnias, religião e orientações sexuais tendem a ser mais inovadoras. Segundo uma pesquisa realizada pela Forbes, em 2015, com 321 grandes empresas globais, 85% delas concordaram que a diversidade é crucial para promover inovação no trabalho, já que engloba profissionais de diferentes perfis e com backgrounds distintos.

Em levantamento feito pela Randstad, 87% dos profissionais no mundo valorizam a diversidade no ambiente de trabalho, e no Brasil esse número chega a 91%. Ou seja: os funcionários têm a percepção de valor da diversidade cultural dentro das empresas e orgulho de trabalhar em ambientes corporativos assim. Todos os lados ganham! 

Valorização das relações

Organizações que entendem a importância da diversidade e inclusão já estão cientes que os profissionais possuem necessidades diferentes e passam a respeitá-las. Isso melhora significativamente o ambiente de trabalho porque são criadas as condições para que os profissionais estejam motivados e se sintam parte do negócio.


E, acaba atraindo melhores profissionais do mercado, principalmente das novas gerações, que dão tanta importância a qualidade do ambiente de trabalho quanto a remuneração salarial.

Criatividade em alta

Combinar pessoas de diferentes origens e formação proporciona experiências únicas que agregam valor e permitem a troca de aprendizado.

O resultado é uma equipe mais criativa que pensa “fora da caixa” e oferece ao cliente soluções e serviços diferenciados e originais.

Rotina tranquila

Um estudo realizado pela consultoria McKinsey diz que as organizações que tenham a diversidade reconhecida e praticada chegam a ter 50% menos conflitos do que nas demais empresas.

Ou seja, um ambiente que abrace a diversidade e o diálogo torna a realização das tarefas mais produtivas, agradável. Um ganho para empresa e equipe.

Valor para a marca

Quando a diversidade e a inclusão se tornam valores que são incorporados à cultura da empresa e à percepção da marca todos ganham. Além de funcionários mais felizes e engajados com o sucesso da empresa, melhora da imagem da marca. A consequência é um aumento da aceitação e receptividade dos produtos e serviços.