CONHEÇA OS MELHORES RESTAURANTES DO RIO DE JANEIRO!

Escolhemos 10 especialidades gastronômicas e elegemos um campeão para cada uma delas

Alguns a gente come com os olhos, são verdadeiras obras de arte. Outros, de tão perfumados, nos fazem saborear de olhos fechados. Os pratos dos melhores restaurantes do Rio de Janeiro são bem montados, servidos e apresentados, cheirosos e supersaborosos.

Se você é fã de um tipo de culinária específico, vá direto ao ponto e veja nossa dica. Se é amante da culinária em geral, prepare-se para montar um roteiro e aproveitar a melhor experiência gastronômica da cidade!

Restaurante japonês: Gurumê, o japa gourmet

Quem espera sempre alcança e no Gurumê não é diferente: prepare-se para esperar na fila... ou, se puder, escolha horários alternativos. De qualquer forma, a recompensa é certa: pratos bem servidos, cortes delicados e generosos!

De entrada, aposte na Pipoca de Camarão e na Barriga de Salmão com flor de sal, azeite trufado e raspas de limão siciliano. São imperdíveis! Se estiver no mood de experimentar novos sabores, se jogue no Combinado do Chef - se não curtir geleia, avise ao garçom e peça (sem culpa ou timidez) por substituições.


Por lá, crianças são superbem-vindas. O yakisoba, por exemplo, tem uma porção infantil. Quanto ao serviço? Toda a equipe é muito bem treinada, extremamente educada e atenciosa.

Mais informações aqui. Onde fica? São Conrado, Ipanema, Tijuca, Barra e Botafogo.

Restaurante italiano: Grado

Grado é daqueles restaurantes que fazem a gente querer voltar várias vezes. Comandado pelo Chef Nelo Garaventa, o espaço é charmoso, acolhedor e ideal para curtir entre adultos. De entrada, peça o couvert e saboreie a simplicidade e o sabor de um pão artesanal com manteiga.

Para o prato principal, nossa dica é o ravióli de aspargos que, além de bem apresentado, é muito bem servido - na medida certa para uma pessoa. A equipe é bem treinada, com garçons simpáticos e atenciosos.


Eles não têm site, mas você encontra as informações no Instagram. Para não ter uma experiência frustrante, faça reserva pelos telefones: (21) 3253-3101 ou 3253-3096.

Mais informações aqui. Onde fica? Jardim Botânico.

Restaurante vegetariano: Teva 

O espaço (lê-se Têva) é pequeno, mas muito aconchegante. Como os ingredientes variam em cada estação, lá o cardápio é sazonal. De qualquer forma, indicamos o toast de cogumelos e homus para começar.

Já para o prato principal, aposte no macarrão dan dan (ele é bastante apimentado, mas você pode pedir para o garçom um pouquinho do molho para experimentar e decidir antes de fazer o pedido); ou no ravioli de espinafre recheado com ricota de tofu. Uma das sugestões da casa é que você compartilhe os pratos. A sobremesa de tiramisú é incrível! O serviço é ótimo com garçons atenciosos.


Mais informações aqui. Onde fica? Ipanema.

Restaurante francês: Le Vin Bristrô

Bucólico e agradável, o Le Vin fica em uma casa com varanda (que é uma graça) no coração de Ipanema. É o tipo de restaurante bom de ir sempre e que reúne de uma forma muito especial pessoas de diferentes gerações. Não é o restaurante da moda, mas apresenta uma constância nas qualidades da comida e do serviço de dar inveja.

Para começar, sugerimos a salada Le Vin, com folhas verdes, tomate, cebola roxa e cogumelos. O segredo está no molho, que é delicioso! Outras opções são o tartar de salmão e o steak tartare.


Como prato principal, nossa dica é o ravióli de pato com molho de laranja, ou o boeuf bourguignon, um clássico da culinária francesa. As porções são bem equilibradas, nem muito grandes nem pequenas demais. Não saia sem comer a sobremesa. O pudim de leite, super cremoso, é um caso de polícia!

Mais informações aqui. Onde fica? Ipanema. 

Restaurante de carnes: Malta

Sabe aquele restaurante para ir com a família e amigos? As mesas são um pouco próximas umas das outras, então pode não ser uma boa levar as crianças. Para o tempo da fila de espera passar mais depressa, o garçom já atende você do lado de fora com ótimas bebidinhas.