USAR PERFUME NA PRAIA É RECOMENDADO? CONFIRA NOSSAS DICAS PARA NÃO ERRAR!

Está na dúvida sobre se perfumar para curtir a praia? Confira, então, as dicas da dermatologista Bruna Bravo!

Ir para a praia envolve alguns preparos: usar filtro solar, tomar muita água para se hidratar, ter cuidado com a alimentação, fugir do sol nos horários mais críticos, como das 10h às 16h…

Mas existem outras precauções que são pouco comentadas. Por exemplo: pode ou não pode usar perfume na praia? A sensação de usar uma fragrância fresca em dias quentes é ótima, mas borrifar perfume na pele quando você vai se expor ao sol pode causar algumas irritações.

Nós, da Phebo, acreditamos que curtir a praia tem tudo a ver com sossego e não combina com dor de cabeça. Pensando nisso, trouxemos algumas dicas para você se prevenir e até se perfumar sem nenhum risco — tudo com a consultoria da médica dermatologista, Bruna Bravo. Confira!

Usar perfume na praia: está liberado?

Por mais que você ame suas fragrâncias, tenha várias colônias fresquinhas e siga dicas de perfumes que combinam mais com os dias ensolarados.

O recomendado é não usar perfume aplicado diretamente no corpo quando for à praia. A Drª Bruna explica: “os extratos de plantas podem causar uma sensibilidade na pele que, quando exposta à luz ultravioleta, provocam manchas escuras, que levam o nome de fitofotodermatite”. 

Outro motivo, também de acordo a médica, tem a ver com a questão do álcool, que é um dos ingredientes básicos de todo perfume ou colônia, assim como a água e a fragrância ( com notas naturais ou sintéticas). “Tudo aquilo que levar álcool em sua composição também é contraindicado, pois pode provocar irritações na pele”, comenta.

Depois desses conselhos, o melhor a fazer é se prevenir e não borrifar nenhum perfume em sua pele para não precisar parar a folga para ir ao médico. Muitas vezes, nas férias, você nem está na sua cidade e isso acaba sendo uma complicação ainda maior.

De qualquer forma, não é porque você não pode usar nada na pele que não pode ficar cheiroso na praia. Continue com a gente para entender melhor!

Então, como é possível ficar perfumado na praia?

Um bom hidratante ou até mesmo o desodorante, por exemplo, podem ser boas opções. Desde que não tenham fragrâncias cítricas ou álcool em sua composição. Por isso, o melhor a fazer é ler bem o rótulo antes de usar ao encarar um dia de sol.

Uma ótima dica da Drª Bruna, e que pode ser seguida com tranquilidade por qualquer pessoa, é borrifar a fragrância na canga, na roupa ou mesmo em uma bolsa de tecido. “Assim, você estará sempre perfumado enquanto estiver exposto ao sol”. 

Os tecidos são considerados pontos frios, o que permite a duração da fragrância por um tempo bem maior. Entretanto, ao aplicar, um cuidado necessário é dar uma certa distância para evitar manchas nas peças.

O que fazer em caso de irritação?

A ideia é sempre prevenir, mas, se necessário, também é possível remediar. Caso você tenha aplicado perfume na pele e ido à praia ou ficado muito tempo exposto ao sol, o cuidado é simples: além de sair o quanto antes da exposição, “lave o local com água e sabão e aplique compressas geladas. Na sequência, se for necessário, passe um creme à base de corticoide, que deve ser prescrito pelo seu dermatologista”, explica Bruna.

Tenha muito cuidado nessa hora e evite seguir conselhos milagrosos de pessoas sem embasamento científico. Sabe aquele truque de um conhecido? Pois é, esqueça e aposte sempre nas recomendações médicas.

Que outros cuidados tomar para ir à praia?

Agora que você já entendeu a importância de não usar perfume na praia, é interessante também ficar de olho em alguns cuidados extras para curtir a temporada de verão na maior tranquilidade!

Hidratação

“A radiação vai causar uma queimadura na pele, mesmo que seja leve. A forma de defesa é por meio processos inflamatórios e, depois, naturalmente com o ressecamento”, explica Bruna. Então, aplicar um filtro solar diversas vezes durante a exposição é um cuidado básico.

Além disso, “hidrate a pele com substâncias emolientes e tenha uma água termal para espirrar no rosto e diminuir calor e inflamação, principalmente para quem tem tendência a manchas ou pele sensível com rosácea”, recomenda.

Bruna acrescenta a importância de beber muito líquido durante a exposição solar: “em quantidades maiores do que quando está em lugares cobertos ou à sombra, para hidratar o corpo por dentro também”.

Maquiagem

É preciso evitar maquiagens na região dos olhos, como lápis, rímel e sombras, para não correr o risco de desenvolver uma irritação.

Se você se preocupa com a pele em si, Bruna ensina uma dica muito útil: “você pode usar um filtro solar com cor, que já é um recurso disponível em quase todos os dermocosméticos, ou, então, optar por um protetor junto com pigmentos específicos para filtro — eles existem nas cores mais variadas para você dar a cor ao seu filtro e deixá-lo em um tom mais próximo da sua pele”.

Quanto aos lábios, o cuidado mais essencial é usar um protetor labial com FPS alto. Existem alguns com cores, o que já garante um toque extra à produção. Dessa maneira, a maquiagem também cuida da sua pele.

Joias e bijuterias

A sua maior preocupação deve ser em relação aos materiais que, em contato com a água salgada, podem oxidar. “A consequência é desenvolver manchas na sua pele”, explica a dermatologista. Nesse caso, evite peças de latão ou à base de níquel.

Cabelo

O cabelo sofre muitos danos com a exposição solar. A dica da dermatologista é aplicar um filtro solar capilar durante o seu período exposto ao sol. Além disso, prender os fios em coque ou trança diminui a área exposta que pode ser prejudicada.

 

Como você viu, usar perfume na praia sem se prejudicar é possível. Agora, é só escolher a fragrância que mais agrada e combina com essa temporada — como frescos, como os perfumes Brisa e Zimbro, aromáticos, lavanda e outros florais refrescantes, que são a cara do verão. 

Também vale a pena colocar as outras dicas em prática para curtir dias de mar e sol sem muita preocupação!

 


 

Perfume BrisaPerfume ZimbroColônia Limão Siciliano