MAIS DE 15 PERFUMES BÁSICOS QUE VOCÊ DEVE TER NO ARMÁRIO

Confira a seleção feita pela Helen Augusto, especialista em perfumaria

A gente sempre tem uma ou mais peças de roupa que são básicas e combinam com diversos eventos. Na dúvida, na pressa ou naquele momento em que você quer se sentir bem e com autoconfiança, é para essas opções que acaba recorrendo, certo? Assim como existem anéis, colares e bolsas que se transformam sempre na nossa primeira opção. Mas, e quanto às fragrâncias, existem perfumes básicos para o dia a dia e outras ocasiões?

É fato que todo mundo tem alguma fragrância preferida para usar em um encontro especial ou para o começo do dia. Mas como realmente funciona esse conceito de básico na perfumaria? Para explicar isso e ainda trazer inúmeras sugestões, conversamos com Helen Augusto (acompanhe o trabalho incrível dela no @helenaugustoperfumes), que é especialista em perfumaria e autora de diversos artigos para o Fragrântica, para dividir um pouco da sua experiência e paixão por perfumes.


Perfumes básicos? Entenda melhor essa ideia

Uma calça jeans e uma camiseta branca são itens básicos para ter no guarda-roupa. Mas com um acessório diferente, o look pode ir do casual ao chique, por exemplo. Contudo, quando falamos em perfumes básicos, esse não é o adjetivo mais comum para usar — até porque a escolha de fragrâncias é muito pessoal e varia demais com o astral de uma pessoa ou sua personalidade.

“Com perfume é um pouco mais diferente do que você chamar de básico. Pra mim, nenhum aroma tem essa característica. É mais a questão de escolher uma fragrância que lhe traga conforto”, explica Helen. Ou seja, um cheiro, que é confortável e natural para uma pessoa, nem sempre vai causar a mesma reação em outras, por isso, tem muito a ver com a sensibilidade de cada um.

A definição de perfume básico, então, está relacionada ao fato de ele trazer uma sensação acolhedora, sem ser invasivo. Por isso, o perfume básico se transforma em um coringa para determinadas ocasiões, como um despertar cheio de energia ou um momento mais romântico. “Até porque, dependendo da estrutura, a fragrância pode ser até mais complexa em sua composição, mesmo parecendo básico para as pessoas”, conta a especialista.

Como escolher um perfume que traga conforto

Essa escolha vai muito além de analisar apenas a embalagem e os rótulos, viu? A verdade é que tem a ver com autoconhecimento e gostos pessoais. “É preciso levar em consideração o momento que você está vivendo e também o que entende por conforto”, aponta Helen Augusto.