POR QUE O PERFUME DOCE É O PREFERIDO DAS BRASILEIRAS?

Marcantes, encorpados e sensuais, eles permites deixar sua marca onde for. Entenda mais!

Pense um pouco sobre uma fragrância marcante e que é sempre sua escolha para uma ocasião especial, seja um encontro ou um evento em que você quer deixar a sua marca. Um perfume doce costuma estar entre esses preferidos para a maioria dos brasileiros, principalmente, as mulheres.

Por que essa preferência? Há alguns motivos, mas a sensualidade que eles exalam são um dos principais. “A mulheres adoram, porque são perfumes que têm um toque de sedução muito forte”, conta Renata Ashcar, que é especialista em perfumes e foi uma das pioneiras na difusão da cultura desse universo aqui no Brasil (saiba mais sobre ela em seu site). Porém, esse tipo de fragrância também tem se tornado uma tendência para os homens — embora muitos possam ser compartilhados.

Para entender um pouco mais sobre essas fragrâncias, a especialista contou diversas curiosidades aqui no blog, da preferência dos brasileiros à detalhes sobre a produção de perfumes que nos remetem a delícias gustativas. Confira! 

Fragrâncias doces: como elas são criadas?

Quando você pensa em perfume doce, as notas da pirâmide olfativa são variadas e podem conter caramelo, framboesa, grapefruit, chocolate, cassis, baunilha entre outros. Mas nem todas essas fragrâncias de perfumes são retiradas de óleos essenciais – como acontece com a baunilha – e, sim, produzidas de forma sintética.


“Entre essas moléculas, você tem o etil maltol, que remete ao cheiro do açúcar queimado. É uma tendência que surgiu na década 90 com o perfume Angel, do estilista Thierry Mugler. Ele foi o primeiro e, depois, vieram vários nesse caminho das delícias olfativas”, explica Renata Ashcar. De toda maneira, são ingredientes sintéticos e desenvolvidos em laboratório.

O fato de ser uma fragrância sintética é uma garantia de que o perfume sempre vai existir, ao contrário do que acontece com ingredientes naturais. “A produção da baunilha de Madagascar, por exemplo, sofreu crises recentes por causa de questões naturais e isso afeta a sua colheita. Já as substâncias sintéticas são sempre reproduzidas da mesma maneira. Sem contar que as indústrias de fragrâncias investem milhões na descoberta de novas moléculas que podem transformar o mercado”, conta a especialista.

Para entender um pouco mais sobre o perfume escolhido, olhe atentamente às notas de corpo, que trazem a personalidade do produto, e de fundo, que, por ter peso molecular maior, são menos voláteis e duram mais na pele. Já as de topo são mais leves e provocam a primeira impressão. Se você deseja uma fragrância mais adocicada, as notas doces devem ser as de corpo ou fundo.

Os perfumes doces, na maior parte do tempo, fazem parte da família oriental, que conta com algumas variações:

• Oriental gourmand: são os perfumes que mexem com nosso paladar - como o perfume Maia, da Biblioteca Olfativa;

• Oriental amadeirado: com um toque mais encorpado graças ao âmbar, benjoim, entre outros. Um bom exemplo é o Bronze

• Oriental floral: bem comum entre as preferências femininas. Na Phebo, o novo Olha o Mate! pode ser uma boa pedida. 


Perfume doce: marcante, sensual e um dos preferidos das brasileiras

Desde que as fragrâncias passaram a usar o etil maltol na composição, diversas novidades em perfumes doces passaram a surgir e as brasileiras adotaram de maneira rápida. Tanto que as fragrâncias se transformaram em uma das preferidas por aqui. “A família oriental gourmand é uma das maiores que temos”, diz Renata Ashcar.

Para a especialista, um dos principais motivos para isso é a sensualidade da brasileira que casa certinho com o perfume. “A mulher que usa um perfume doce não é nada básica e gosta de deixar a sua marca. Essas fragrâncias têm uma pegada de sedução e remetem às delícias olfativas. O perfume gourmand provoca até água na boca!”

Outro motivo para isso é quanto à duração da fragrância na pele. “Na maioria das vezes, eles têm um peso molecular maior, então a projeção da fragrância dura mais e traz a fixação que o brasileiro sempre espera dos perfumes. Diferente da lavanda, que, por ser supervolátil, tem um quê a mais de frescor, que lembra a saída do banho e dura menos na pele”, explica Renata. 

Perfume doce a qualquer hora: entenda o melhor momento de usar

Um perfume doce costuma ser sempre mais encorpado, sensual e, como você viu aqui, tende a durar mais na pele. “Eles são mais intensos e isso pede um momento especial e uma etiqueta na hora de usar”, diz Renata. 


Por ser serem marcantes, a indicação de uso cai bem em baladas, encontros especiais ou ocasiões em que você quer explorar a sensualidade da fragrância. “Com certeza, não é o ideal para você ir à academia, por exemplo”. Também vale pensar um pouco sobre o seu dia — se você vai ficar em reunião dentro de alguma sala fechada a maior parte do dia, também não é a escolha mais adequada.

E quanto aos homens: veja quais as opções

Para eles, de acordo com Renata, os perfumes adocicados são uma tendência forte. “O homem hoje está mais vaidoso do que era há alguns anos atrás. Então, estão deixando um pouco de lado o hábito de usar apenas perfume aromático. O lado adocicado vem forte para os homens, também com essa pegada de sedução, principalmente os orientais amadeirados”.

De acordo com Renata, “o oriental gourmand é essencialmente feminino”, mas também existem diversos perfumes adocicados que podem ser compartilhados entre os dois sexos, fato que também é tendência.

Os perfumes doces da Phebo: conheça quais são

Perfumaria Phebo aposta na ideia de fragrâncias compartilháveis, fazendo com que todos os perfumes da linha possam ser usados por homens e mulheres. Alguns deles trazem notas mais doces, como você vê abaixo: 

• Bronze: com notas de fundo de âmbar e baunilha, esta fragrância é mais encorpada e tem um toque quente e marcante. Perfeito para ocasiões festivas.


• Baunilha: uma das notas de saída é a framboesa, já as de fundo contam com baunilha e benjoim. Este perfume é exuberante e ainda traz uma sensação de conforto especial.

• Fava Tonka: é um oriental verde com notas de corpo de baunilha e fava tonka, além de cedro e musk nas notas de fundo. O resultado? Um perfume cheio de personalidade com toque amadeirado e adocicado ao mesmo tempo.

Se você sentiu vontade de experimentar alguma delas, é só passar em uma de nossas lojas para ver qual combina mais com a sua personalidade e mexe com os seus sentidos!

Há diversos tipos de perfumes doces que envolvem fragrâncias exóticas, marcantes e sensuais. A dica é entender sobre todas as notas e experimentar em sua pele antes de comprar, até porque um perfume nunca fica igual em pessoas diferentes.

O perfume doce envolve muita curiosidade e cai fácil na preferência das brasileiras. Aproveite para compartilhar este texto nas suas redes sociais e informar seus amigos!