PRÓXIMA PARADA: FLORESTA AMAZÔNICA

Viagem de barco pelo Rio Negro e hospedagem em hotel privé: natureza selvagem e sofisticação regional


Viajar para destinos remotos em meio à natureza exige que a mente e, sobretudo, o coração, estejam abertos para vivenciar experiências genuínas das quais estamos cada vez mais distantes no cotidiano ultraconectado das metrópoles. Conhecer a Amazônia durante cinco dias a bordo de um barco de madeira de lei, construído ali mesmo, às margens do Rio Negro, faz parte dessas jornadas que exigem certa... Preparação da alma. 

Com oito suítes-cabines, o barco Jacaré-Açú, todo em tons de verde que mimetizam com a paisagem, zarpa de Novo Airão (que fica a duas horas de carro de Manaus) rumo ao roteiro do Parque do Jaú, maior parque florestal de água doce do mundo e, desde 2003, declarado pela UNESCO como Patrimônio Natural da Humanidade. 

Desconectar para conectar 

Ali, luxo é não ter nenhum vestígio de sinal no celular, passar o tempo todo de pés descalços (tênis só para as trilhas), tomar cerveja gelada em plena floresta e saborear pratos caseiros preparados com os peixes frescos amazônicos.

Além da natureza exuberante (com árvores gigantes como a Samaúma) e dos bichos, como a preguiça e os jacarés, a forma discreta como se visita as comunidades ribeirinhas toca fundo na gente. E, bem, nada mais chique do que ter todo o tempo do mundo para se refestelar nas espreguiçadeiras do deck do barco e se maravilhar com o pôr do sol, em meio à imensidão silenciosa da Amazônia, o berço da Perfumaria Phebo, fundada em Belém, no Pará, em 1930. Para homenagear essa sua origem tão brasileira, Phebo criou a edição limitada da Caixa Sabonete Amazônia, com oito fragrâncias da linha tradicional e embalagem com ilustração linda da floresta. 

Luxo autêntico 

Após os quatro dias no barco seguindo um dos roteiros da Expedição Katerre, tente passar pelo menos uma noite no Mirante do Gavião. Com todos os requisitos do luxo sem ostentação, o hotel, em Novo Airão, tem apenas sete bangalôs, todos feitos de madeiras certificadas. Um dos pontos altos é o Camu Camu, restaurante com vista para o Rio Negro com menu regional da chef Debora Shornik (a mesma do Caxiri de Manaus e São Paulo). Isso sem falar nos drinques assinados por Alexandre D’Agostino, do Apothek Cocktails & Co., atualmente um dos lugares mais bacanas para happy hour de São Paulo.

A dobradinha Jacaré-Açú + Mirante é o maior dos luxos, pode apostar!


EXPEDIÇÃO KATERRE: katerre.com

MIRANTE DO GAVIÃO: mirantedogaviao.com.br




Com notas frescas de lavanda e eucalipto, a fragrância Amazonian inspira uma inesquecível viagem floresta adentro. Pode começar a sonhar!