POR DENTRO DO URBAN JUNGLE, A TENDÊNCIA DE DECORAÇÃO QUE EXALTA A NATUREZA

DIY: do conceito à execução. Confira nossas dicas para mergulhar nessa tendência!

Possivelmente, você já ouviu este nome por aí. Inclusive, já deve ter até pensado na possibilidade de aderir à tendência. Por mais urbana que a pessoa seja, é difícil resistir.

Se você parar para analisar, as tendências ultimamente estão além de ser só uma ‘moda’ passageira. Graças, principalmente, aos milennials e sua filosofia de vida, quase tudo que ‘estoura’ por aí tem um significado por trás e um conceito que vai além da imagem. E o Urban Jungle não é diferente.

Se você nunca ouviu falar sobre isso, a gente explica. Mas, para quem já conhece e gosta da ideia de ter uma casa repleta de arranjos e folhagens, nos acompanhe e saiba como aderir!

O que é ‘Urban Jungle’?

Do inglês, significa – em tradução livre – ‘floresta urbana’. O conceito faz parte de uma tendência no design de interiores em que se usam muitas (muuuitas) plantas nos ambientes internos da casa.


A ideia surgiu com o intuito de suprir a falta e trazer um pouco do verde para os – cada vez mais – compactos apartamentos dos grandes centros urbanos, cercados de arranha-céus e concreto.

Mais do que uma tendência, um estilo de vida

Assim como a tendência do ‘Huggy’ (conceito escandinavo que virou sucesso absoluto no décor), que estava mais relacionada ao estilo de vida que a decoração em si, o Urban Jungle segue este mesmo caminho e conceito.

Como um ‘refúgio’, as plantas oferecem vários benefícios para o corpo e alma. Proporcionam um ambiente de paz e um contato maior com a natureza – superimportante para quem está acostumado ao cinza dos prédios no dia a dia.

Os benefícios do verde para a saúde

Além de terem o poder de acalmar, livrando a gente do estresse cotidiano, ter plantas em casa aumenta a sensação de bem-estar. São um purificador de ar natural, colaborando até na resistência a doenças.

Diversas plantas muito comuns de serem usadas em ambientes fechados tem alto poder de remover gases tóxicos e, ainda, aumentar os níveis de imunidade. Algumas também são umidificadores naturais e inspiram até a criatividade!


Como seguir a tendência na prática

Não importa o tamanho da sua casa ou apartamento, é possível adaptar o Urban Jungle em qualquer ambiente. Sem muitas regras a serem seguidas, os tamanhos e disposições das plantas vão de acordo com o gosto de cada um e o espaço que se tem.

Há diversas formas em aderir ao Urban Jungle: seja com vasos grandes ao lado do rack ou do sofá, vasos menores pendurados em estantes ou no teto, em jardins verticais na varanda ou banheiro, criados-mudos ou em vasinhos somente com água dentro espalhados pela casa.

A tendência se encaixa em qualquer espaço da casa. As salas de estar, entretanto, são as mais beneficiadas com o verde. Porém, atualmente, tem se visto uma crescente tendência em “florestar” os banheiros e lavabos – conhecidas como as ‘shower plants’.

Os tipos de vasos e até a escolha das plantas vão depender de como você deseja que a sua casa seja decorada. O Urban Jungle se adapta em qualquer tipo de decoração, basta combinar as plantinhas ao seu estilo!

Melhores plantas para se ter dentro de casa

Para quem não está acostumado em cuidar de plantas, pode ser meio desesperador ter que decidir quais plantas comprar – e, principalmente, como cuidar delas no dia a dia para que fiquem sempre lindas.


Existem algumas plantas específicas para ambientes fechados (geralmente, aquelas que não precisam tanto de luz direta e de uma rega diária), mas para cada tipo de planta há uma maneira de cuidar, como a quantidade de luz e água que deve tomar, um lugar certo para posicionar e um tamanho próprio de vaso.

Plantas que gostam de sol

Para serem posicionadas perto da janela ou na varanda:

Cactos (ideais para áreas externas, como a varanda ou perto da janela); Crássula (não precisar regar todos os dias), Espada-de-São-Jorge; Palmeira-Leque, Onze-Horas, Agave e Babosa.   

Plantas que se dão melhor na meia-luz

Salas e quartos são bons ambientes para estas plantas:

Hera (trepadeira que fica linda em forma de “cascada” num vasinho na estante); Pacová; Samambaia (de diversos tipos diferentes, deixou de ser a planta da vovó para virar hit na decoração), Orquídeas e Suculentas.

Plantas que não necessitam tanto de luz

Conseguem se adaptar muito bem na sombra, como hall de entrada, corredores e banheiros:

Zamioculca, Murta, Jiboia (uma trepadeira que fica linda em qualquer ambiente da casa!), Samambaia (também se adapta a um espaço sem muito luminosidade), Figueira, Lança-de-São-Jorge e Lírio-da-Paz (fica ótimo em banheiros por absorver a umidade do ambiente).   


Para complementar a decoração

Se a ideia é um ambiente com muitas referências verdes, você pode combinar as plantas com quadros na mesma paleta, papeis de parede e almofadas com referências de natureza e móveis de madeira.

Incluir louças com estampas de flores e plantas (como as da Cecília Dale, na foto abaixo) também é uma ótima opção para compor a mesa e entrar no clima do Urban Jungle até na hora da refeição. A cereja do bolo pode ficar para os talheres de bambu!

Porém, se a ideia é uma decoração minimalista, dando foco somente para as plantas, foque em móveis e objetos em tons sóbrios, como o branco e as candy colors, como o amarelo, azul ou bege. Não foge da tendência e fica superelegante!