Quais são as melhores áreas do corpo para aplicar perfumes?

Quais são as melhores áreas do corpo para aplicar perfumes?
Publicado em: Biblioteca Olfativa

Manter o cheiro agradável do perfume por horas é o desejo de qualquer pessoa. Aprenda como aplicar e o que fazer para durar mais!

Já teve algum momento em que você conheceu uma pessoa que usa o mesmo perfume que você, mas percebeu que, nela, parece que o cheiro dura muito mais tempo? Isso quer dizer que o problema não está no produto, mas talvez tenha a ver com a maneira de aplicá-lo.

Temos uma boa notícia: não existe mágica, mas você pode utilizar alguns truques para aumentar a duração do seu perfume favorito para que o cheiro fique na pele por períodos mais longos. Eles estão tanto relacionados com as áreas de aplicação quanto com a hidratação da sua pele, sabia?

Algumas regiões do corpo têm maior circulação sanguínea e, portanto, são mais quentes. Assim, esse calor contribui para que o perfume seja difundido no ar com mais intensidade. É essa difusão que faz com que as pessoas possam sentir sua fragrância à distância.

Há também as regiões frias, com menor circulação sanguínea. Essas permitem que o perfume seja liberado aos poucos, conforme acontece a evolução das notas, e, consequentemente, durem por mais tempo em você.

Para saber em quais áreas aplicar perfumes e como fazer para que o cheiro dure por muito mais tempo, é só continuar a leitura.

Quais são as melhores áreas para aplicar perfume?

Fazer com que o perfume fique mais tempo na pele tem a ver com a aplicação, mas também com a composição do perfume. Assim, as colônias duram menos na pele, já que têm menos essência, enquanto o eau de toilette e o eau de parfum duram mais, pois a concentração de essência é maior.

Dito isso, é interessante saber que há algumas medidas que podem ser tomadas para melhorar a durabilidade. Algumas áreas do nosso corpo são estratégicas e influenciam em como o perfume se dispersa no ar.

Talvez você se surpreenda com alguns pontos recomendados para a aplicação da fragrância, mas saiba que esses locais são estratégicos. Afinal, o perfume é mais exalado nessas áreas com circulação sanguínea intensa, mas também é interessante aplicar em pontos mais frios, para que o perfume acompanhe você.

Pensando nesses pontos quentes, você pode escolher três ou quatro deles, que são:

  • pulsos;
  • atrás das orelhas;
  • dobras dos braços;
  • nuca;
  • entre os seios;
  • região interna dos joelhos;
  • lombar;
  • umbigo.

Entretanto, as áreas quentes não são as únicas que devem receber o perfume, viu? Como os pontos com mais circulação exalam o perfume, você pode escolher pontos frios, como o colo do peito e até a roupa — sempre teste em um pedaço de tecido no avesso para garantir que não irá manchar. Mescle regiões quentes e frias, assim, você propaga o perfume com maior intensidade, mas também vai senti-lo por mais tempo - e diminuir a reaplicação.

Por que nosso tipo de pele também influencia ao passar perfume?

Uma parte da fórmula dos perfumes é composta por água. Nesse sentido, a pele é uma espécie de condutora do cheiro, e os óleos essenciais e essências são absorvidos conforme as condições da nossa pele.

Diante disso, o tipo de pele tem, sim, influência em como o perfume se comporta e, claro, na duração que ele terá. As peles oleosas, por exemplo, têm uma tendência a aumentar a durabilidade do cheiro dos produtos aplicados, sejam perfumes ou outros tipos de itens, como os hidratantes.

A explicação é que as peles oleosas têm maior produção sebácea, essa característica melhora a umectação e, portanto, contribui para que o cheiro do perfume seja prolongado. Por outro lado, nas peles secas a evaporação é mais rápida, o que diminui o período de emanação.

Saiba que todo os nossos hábitos também influenciam. Isso quer dizer que o tipo de alimento que você ingere ou se você fuma são fatores essenciais para determinar como a fragrância vai reagir na sua pele. Isso é uma das grandes explicações por que um mesmo perfume pode variar tanto de uma pessoa para a outra.

E não menos importante, a qualidade das fragrâncias também é fundamental para a duração do perfume, pois a qualidade das matérias-primas tem grande influência no comportamento do produto.

Como aplicar perfumes para aumentar a durabilidade?

Além de aplicar perfumes em pontos estratégicos, existem outros segredos que você precisa conhecer. Um deles é a quantidade de produto aplicado, pois é comum vermos pessoas que exageram na aplicação, já que acreditam que o cheiro se foi quando, na verdade, o olfato se acostumou e já não identifica a fragrância. Isso se chama acomodação olfativa, quando o nariz já não percebe mais aquele cheiro.

Então, se você não sente mais seu próprio perfume, uma dica é mudar a fragrância por uns 10 ou 15 dias. Além disso, trazemos outros pontos importantes a seguir.

Não aplique o produto de uma só vez

Às vezes, por falta de tempo ou de conhecimento, aplicamos perfume de uma só vez em todos os pontos estratégicos e em grande quantidade. No entanto, saiba que a melhor técnica a ser usada é a moderação.

Por isso, dependendo do tipo de perfume e da intensidade, aplicar cerca de duas borrifadas em cada ponto estratégico escolhido costuma ser o suficiente. Além disso, é importante que se mantenha uma distância de, no mínimo, 15 centímetros do frasco para a pele. Assim, o líquido se dispersa mais e não fica tão concentrado em apenas um ponto.

Reaplique a fragrância ao longo do dia

Ao aplicar perfumes pela manhã, você espera que o cheiro acompanhe você por todo o dia? Isso nem sempre acontece, principalmente se estivermos nos referindo ao uso de colônias. A dica é reaplicar a fragrância sempre que sentir necessidade.

Você pode passar pela manhã, depois do almoço e no fim de tarde, por exemplo. O ideal é sempre conhecer o perfume em sua pele.

perfume doce

Evite esfregar a área perfumada

A ideia de aplicar perfumes na pele e esfregar a área, como é muito comum fazermos no pulso ou na parte interna do cotovelo, não é o melhor caminho para que o perfume tenha mais durabilidade, sabia? Esse costume vem de tempos em que não havia válvulas com atomizadores e, ao aplicar o perfume, escorria pela pele.

Quando você passa o perfume e esfrega o pulso, a gente aquece a região e, consequentemente, a fragrância, pode ir embora mais rápido. A dica, então, é aplicar e deixar secar de forma natural para que dure mais.

Inclusive, se as notas de saída não são as suas favoritas do perfume, esfregar o pulso vai fazer com que elas durem menos ainda. Ou seja, só esfregue os pulsos caso não goste tanto das primeiras notas, combinado?

Mantenha a pele bem hidratada

Como já foi apontado, a pele seca faz com que o cheiro fixe por menos tempo. Portanto, capriche no hidratante para repor a água da pele, fazendo disso um hábito.

Outra dica é utilizar kits que contenham perfume e sabonete ou hidratante com a mesma fragrância. Dessa maneira, não há risco de misturar com outros cheiros e o resultado é potencializado.

Apesar de todos os cuidados, nosso corpo é único e tanto o cheiro quanto a durabilidade podem ser diferentes em cada pessoa. Mesmo assim, utilize as dicas sobre as melhores áreas para aplicar perfumes e veja como a durabilidade será bem maior. E vá testando novos pontos para entender como o perfume reage, que tal?

Para se aprofundar mais no assunto, veja a relação entre perfume e a autoestima da mulher!

Carregando...
6747 visualização(ões)

Colaborou para este conteúdo

Perfumaria Phebo
Perfumaria Phebo

Em 1930, os primos portugueses Antonio e Mario Santiago fundaram em Belém - no coração da Amazônia - a Phebo, uma perfumaria de altíssima qualidade e com fragrâncias marcantes e originais. O nome Phebo, o deus grego do Sol, foi escolhido para simbolizar o nascimento de uma nova Era da perfumaria brasileira. Com mais de 90 anos de história, a Phebo mantém a sua tradição de inovar com fragrâncias únicas e sofisticadas.

Comentários
Deixe o seu comentário
Seu endereço de e-mail não será publicado